Palácio do Marquês do Alegrete

Charneca do Lumiar – Lisboa

Cliente: Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Previous ProjectPrevious ProjectAntigas Instalações do Instituto Ricardo Jorge
Next ProjectPalácio Nacional de QueluzNext Project

Áreas Envolvidas

Conservação e restauro de todo o recheio artístico do Palácio do Marquês do Alegrete, composto por três pisos repletos de exuberantes pinturas murais e painéis azulejares.


Reabilitação do palácio e do jardim romântico, de influências tardo-barrocas e neoclássicas, para a instalação de uma unidade social, pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Este palácio classificado como Imóvel de Interesse Público, foi construído em meados do século XVIII, pelo 2º Conde de Vilar Maior e 1ª Marquês de Alegrete.


Concepção e acompanhamento através do registo fotográfico e videográfico de todos os trabalhos de reabilitação, conservação e restauro, efetuados no Palácio do Marquês do Alegrete, tendo em vista a sua preservação para memória futura.


Realização dos procedimentos de conservação e restauro de carpintarias e marcenarias, como rodapés, roda tetos, frisos, alizares, portas, portadas, bandeira de portas, soalhos, tetos e outros elementos de madeira integrados nos compartimentos do Palácio do Marquês do Alegrete.