"Irmandade de São Pedro aposta no restauro do património"

Escrito por Diário do Minho | 27 de Junho 2016

“Em Guimarães, a Irmandade do Príncipe dos Apóstolos S. Pedro decidiu este ano apostar na recuperação do seu património. Por isso, escolheu quatro esculturas de grande valor artístico e está a proceder ao seu restauro com os trabalhos a decorrer ao vivo. Desta forma pretendesse também sensibilizar as pessoas e convidá-las a contribuir financeiramente para ajudar a custear as intervenções em curso."

"Visitantes têm questionado para perceber intervenção. As pessoas que têm visitado a oficina de restauro instalada na Basílica de S. Pedro aproveitam para questionar e, desta forma, perceber o trabalho que está a ser realizado. Leonel Costa, técnico conservador restaurador da Signinum – Gestão de Património Cultural, responsável pela intervenção não se furta à conversa, mesmo que isso lhe atrase o trabalho. O importante é que as pessoas percebam o que está a ser concretizado. A curiosidade mais comum, afiança, é perceber como é que a escultura de Nossa Senhora da Assunção vai ficar depois do restauro em curso. «Por vezes temos aqui diálogos interessantes entre as pessoas e percebemos a sensibilidade delas», afirma. A imagem, conta Leonel Costa, estava completamente enegrecida fruto da sujidade que acumulou ao longo dos tempos. Para além disso, a escultura sofreu no passado intervenções, estando identificadas, pelo menos, duas, sendo que uma delas enegreceu ainda mais a peça. «A peça já estava suja e para tapar alguns defeitos sujaram ainda mais a peça», disse. Agora, é tudo isto que está a ser removido para ir buscar as cores originais da escultura.”