Sistema de diagnóstico
Não invasivo

PARA ALÉM DO VISÍVEL

A análise multiespectral, método não invasivo e não destrutivo, explora as características que os materiais possuem em refletir, absorver e emitir radiação electromagnética, dependendo da sua composição e forma molecular. Sabendo que cada substância possui uma reflectância ou fluorescência típica, como se de um bilhete de identidade se tratasse, torna-se possível obter informação sobre as obras que, à vista desarmada, não seria possível.

Aliando a análise multiespectral ao património cultural, obtemos uma valiosa ferramenta nas fases de diagnóstico, auxiliando na identificação das técnicas de produção e na melhor definição do quadro patológico das obras, durante as intervenções de conservação e restauro, proporcionando imagens adquiridas em tempo real, in loco, e na monitorização do estado de conservação que, através da realização de várias leituras espectrais, em tempos diferentes, nos permite detetar, e mesmo prever, alterações que possam levar à degradação das obras.